Ninhadas/ Litters

puppies.jpg 
     

Prximas Exposies

Não perca a próxima oportunidade de ver os nossos e outros dogues em acção!


16 Fevereiro
3.ª Mostra DACP
Pavilhão Multiusos - Fafe
Tipo: CAC


17 Fevereiro
6.ª E. C. Nacional de Fafe
Pavilhão Multiusos - Fafe
Tipo: CAC

16 Março
10.ª E. C. Nacional das Caldas da Raínha
Pavilhão EXPOESTE - Caldas da Raínha
Tipo: CAC


17 Março
3.ª E. C. Internacional das Caldas da Raínha
Pavilhão EXPOESTE - Caldas da Raínha
Tipo: CACIB


14 Abril
34.ª E. C. Monográfica Nacional de CEDDA

Tipo: CAC

14 Abril
3.ª E. C. Nacional do Montijo
Parque de Exposições - Montijo
Tipo: CAC


25 e 26 de Maio

85.ª Exposicion Internacional Canina de Primavera de Madrid
Feria de Madrid - Madrid
Tipo: CACIB

Drago de Vale Marinhas

Drago de Vale MarinhasData de Nascimento: 21/01/2000
Óbito: 10/11/2010
Cor: Merle
 

Proprietário: Ana Madrugo (Portugal)

Displasia: --
ADN: --  

Pedigree:

Mikhail
LOP 154291

Jung de Visi
LOP 129879

Ganso de Visi
LOP 95023

Alwo
LOP 80880

Anya
LOP 135173

Ivitch de Visi
LOP 120462

Aboya
LOP 118367

Linda
LOP 181872

Mikhail
LOP 154291

Jung de Visi
LOP 129879

Anya
LOP 135173

Irina de Visi
LOP 120461

Ganso de Visi
LOP 95023

Falbala
LOP 80192

Fotografias:

Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom
Zoom

História:

O Drago foi o nosso primeiro dogue alemão e o amor das nossas vidas. Diz-se que não há amor como o primeiro e, um dia, veremos se é ou não verdade.

O Drago nasceu a 21/01/2000, é filho de Linda e Mikhail. Na sua família tem, entre outros o Jung, o Ganso, o Ivitch e a Irina de Visi. Veio viver connosco tinha 10 meses (quase prenda de Natal) e, desde essa data que tem sido "O" Companheiro.

Com uma calma e ternura sempre presentes, o Drago é um excelente exemplo de carácter. Muito meigo e extremamente paciente e premissivo com a sua família, adapta-se a qualquer situação desde que esteja acompanhado dos seus donos.

Amigo dos nossos amigos, deixa bem marcada a sua posição relativamente a estranhos. Excelente guarda, com extremo discernimento para as diversas situações que se lhe deparam. Estranhos são sempre mantidos afastados.

Defende o seu legítimo lugar de ancião com nobreza e ocupa-o com muita tolerância para com os membros mais novos. Quem entra no seu território é bem-vindo se o souber respeitar.

Adora deitar-se a saborear o calor da lareira, sempre acompanhado por uns carinhos dos donos!

< Artigo anterior   Artigo seguinte >